quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Farta do descanso de estar em casa.. a ressacar com a falta que o trabalho me faz. As férias são para a semana e não são fechada em casa. O corpo precisa de descanso para a luta contra o vírus, mas a cabeça precisa de movimento. Amanhã já devo voltar. Ainda me sinto cansada, mas mais cansada me sentirei se ficar dentro de quatro paredes. Devagarinho, com calma e com uma máscara, lá voltarei ao agito, para me despedir antes das férias.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Em casa doente. O corpo tem os seus limites... 
Febre e pintas, igualzinho a muitos dos meus doentinhos.
Obrigada minha querida A. por me teres acompanhado neste último dia, me teres levado ao Hospital, não saíres do meu lado, enfim, por seres a amiga que és.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Dia de descanso depois de noite de muiiito trabalho.
A uma semana (e um dia) das férias!!
"Hospital Santa Marta implantou coração artificial a bebé de três meses e meio"

Das bebés mais bonitas que já vi... A perfeição com o nome a fazer-lhe jus. Conheci-a na Neo, com o seu coraçãozinho fraquejante, que atirava todos os nossos para as palmas das nossas mãos. A Florzinha é notícia de um sucesso e espero que o destino lhe reserve um coração forte, vigoroso e aceite, para que a notícia seja a vida que ela merece viver.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Cansada de pessoas que não são as minhas, de um ambiente hostil, de não poder ser a pessoa com via rápida entre o coração e a boca que sou. Cansada de gente que não diz o que pensa, que encolhe os ombros e vive num leve leve alienado. Cansada de quem não sabe rir sem ser com a intenção de engraxar. Cansada de ser uma figurante trabalhadora num filme em que outros são personagens principais sentados num sofá. Cansada de estar cansada e de fazer estes posts. 
Não sou assim e a osmose tem sido mais forte que eu.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Dia triste... O I. voltou... os seus olhinhos de gato das botas, que conheceram casa durante uma semana e meia, estão de novo confinados às paredes da sua gruta isolada no internamento. Se me sinto triste, nem posso imaginar como será o estado de espírito daqueles pais... Esta e outras notícias fizeram deste dia, já recoberto de um cansaço que baixa as defesas, um dia emocionalmente muito difícil. Temos de saber desligar e manter um distanciamento profilático, eu sei, mas somos seres humanos e a dor dos outros, tão perto e tão excruciante, toca bem fundo. Chama-se compaixão e eu não sei desligá-la.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

domingo, 4 de agosto de 2013

Wkd

Fim-de-semana com gostinho bom! Recheio de trabalho, mas crosta de muito afecto. Com o meu G. percorri, no sábado, a baixa do Porto. Conhecemos o "Andor Violeta", simpático restaurante na Praça Carlos Alberto, fomos à nossa adorada "A vida portuguesa" e matámos saudades um do outro... Hoje, chegadinha da noite de trabalho, partimos para uma corrida matinal (para mim um bocadinho de corrida e alguma caminhada...). À chegada da corrida, seguiu-se a chegada dos meus pais, que vieram cheios de mimos para os dois. Almoçámos todos juntos (que bom que é ter as minhas pessoas aqui, comigo) com o olho na praia, no lindíssimo L'Kodac. O atendimento podia ser melhor, a comida ficou no nível do bom, longe do ótimo, mas a companhia, a vista, a decoração e o conforto fizeram esquecer esses pequenos detalhes. Seguiram-se uma paragem em Serralves e uma voltinha pela Gaia que olha o Porto através do rio. E aí começou o aperto no peito, sensação tão amargamente conhecida... Despedida de todos e aqui resto eu, mas não me sinto só, sinto-me plena do amor que me deixaram. Obrigada.
:


L'Kodac: